31 agosto, 2010

Resenha Livro Querido John

Gostou deste artigo? Então clique no botão ao lado para recomendá-lo aos seus contatos do Google! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter e assinar nosso Feed.

Querido John
Editora: Novo Conceito
Autor: NICHOLAS SPARKS
Ano: 2010
Número de páginas: 288


Este é o primeiro livro que leio do autor Nicholas Sparks, e me apaixonei pelo modo como ele escreve! Por vezes detalhista demais, mas nas páginas seguintes vimos que aqueles vários e vários detalhes citados anteriormente fazem com que as próximas páginas ganhem cada vez mais vida, fazem com que os fatos se tornem cada vez mais reais. Os fatos são descritos de uma forma diferente de todos os autores que já li, a maneira como Sparks escreve é super envolvente, especial, mágica.
Não sei se ando sentimental demais, mas em determinadas partes do da leitura me deparei com os olhos cheios de lágrimas rsrsrs. Se com o livro foi assim, creio que ao ver o filme não será muito diferente hehehe
Ainda bem que não sou a única que tenho essa reação, já li algumas resenhas onde os autores ressaltam o mesmo fato!! ;P
Ahhh... e a capa do livro... quando olho para ela meus pensamentos ficam perambulando por não sei onde... fico ali olhando e olhandooo... Até que me lembro que peguei o livro na mão para ler e não para olhar a capa rsrrss.
A história é narrada por John, um jovem em uma fase rebelde, sem preocupações, sem objetivos, sem um futuro. Uma paquera ali, uma cerveja aqui, até que um relacionamento “mas serio”, mas serio não, vamos dizer mas duradouro (não muito também) aparece! E é após o termino deste (não que John tenha ficado abalado, isso não ocorreu) que a vida de John começa a mudar, ele se alista para o exercito e lá vai amadurecendo e deixando de ser aquele garoto rebelde que um dia foi.
Em uma de suas duas semanas de licença ele retornou a sua cidade para passar as férias na casa do pai, o relacionamento dos dois é resumido em umas poucas trocas de palavras entre eles (seu pai tinha Asperger, porem o filho não sabia ainda), o que tornava o relacionamento entre eles um pouco difícil, por causa do que o pai possuía o mesmo só conseguia desenrolar uma boa conversa quando se tratava de moedas a paixão do avó de John e de seu pai também. Ele possuía uma grande coleção que valia muito dinheiro, porem ele não se importava o quanto ela poderia lhe gerar de lucro, ele nunca pensou em vende-la, sua paixão estava em colecioná-las ver suas falhas, analisá-las, conhecer sua historia! Por vezes John não entendia esta paixão, nem o modo como o pai era introspectivo.
Foi em uma dia na praia após surfar que ele vê duas garotas caminhando pela areia e vão até o píer, após um ato “heróico” de ter salvo a bolsa de uma delas que havia caído no mar John comece Savannah (a dona da bolsa), uma bela moça cheia de princípios e apaixonada pela vida. As duas ultimas semanas foram as melhores de sua vida, o que começou com uma conversa depois da busca pela bolsa virou paixão, promessas foram feitas por parte dos dois de que mesmo com a distancia o amor sobreviveria... a dor da despedida... a volta de John para o exercito.
Durante o tempo que ele ficou lá eles trocavam cartas, telefonemas... ansiosos, contando os dias para seu reencontro, as próximas duas semanas de licença dele.
Quando este dia chegou as promessas foram renovadas e mais juras de amor foram trocadas, e na cabeça deles nada poderia mudar o curso disso.
John retorna para a base na Alemanha e novamente começa a contar os dias para rever Savannah, ele ficaria só mais um tempo prestando serviços e daqui a um tempo poderia retornar para os braços de sua amada, porem no meio deste período acontece o atentado de 11 de Setembro e ele se vê dividido em ajudar seu país e ficar perto de seu amor, o louvor a pátria faz com ele se aliste novamente e assim segue para as preparações para a invasão ao Iraque.

Savannah aceita sua decisão e até entende, porem após um tempo suas cartas começam mudar de tom, a não vir com a mesma freqüência que antes e John nota que algo está mudando, até que um dia já no Iraque ele recebe sua ultima carta, dizendo nesta que devido aos fatos ocorridos nos últimos tempos, que o relacionamento deles havia mudado após sua decisão de realistamento... ela havia se apaixonado por outra pessoa, não sabia como havia acontecido... mas aconteceu.
Isso deixou John atormentado ele se entregou de corpo e alma a sua missão. Depois de alguns anos o pai dele vem a falecer e ele retorna a sua cidade, não tendo para onde ir e sem saber o que fazer após o funeral ele resolve procurar Savannah. Ao encontra-la vê como ela não havia mudado em nada, somente amadurecido e que estava casada, outro baque, ele ainda a amava muito, e ainda tinha esperança de que ela sentisse o mesmo. E sentia, porem os fatos eram outros, Savannah estava casada, seu marido um grande amigo dela a anos, e que John concordava que era merecedor de seu amor, estava com câncer, Savannah estava feliz em rever John e ter com quem compartilhar sua dor.
John a amava e a cada dia que ficava perto dela, a desejando e sabendo que não podia te-la, aquilo o torturava mais e mais.
Muitas idéias passaram por sua cabeça, o marido de Savannah, Tim, estava doente poderia não sobreviver e daí seu caminho estaria livre para ele viver este amor, foi o mesmo que ele escutou de Tim em seu ultimo dia na cidade (teria que partir para a base) onde ele disse que sabia que o amor de Savannah por John jamais se apagou, sabia que ela o amava, mas nao com a mesma intesidade com que amava aquele militar, por tal motivo Tim queria acima de tudo vê-la feliz, por mais que a amasse sua felicidade era mais importante que tudo. E com um pedido doloroso disse para ele não esquecer Savannah e que se acaso não viesse a sobreviver que John prometesse que adoraria ela para sempre assim como ele a adorava.
Foi ai que John tomou sua decisão e viu que o que mais importava era vê-la feliz, mesmo que não fosse ao seu lado, compreendeu que “o amor significava pensar mais na felicidade da outra pessoa do que na própria, não importa quão dolorosa seja sua escolha”.
Trailer do Filme:

0 comentários:

Postar um comentário

Add This

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...