18 junho, 2010

Sabonetes Intimos são fundamentais para higiene feminina

Gostou deste artigo? Então clique no botão ao lado para recomendá-lo aos seus contatos do Google! Aproveite para nos adicionar no Facebook, seguir no Twitter e assinar nosso Feed.


Ser mulher não é nada fácil. E em se tratando de saúde, nem se fale! Concordam?
Cuidar do corpo já virou rotina, mas será que você dá atenção devida à sua higiene íntima?
Os órgãos genitais femininos (vagina e a vulva) são alvos fáceis de infecções. Isso porque estes órgãos são quente e úmidos, ideais para a proliferação de fungos e bactérias!
O interior da vagina é habitado naturalmente por micro-organismos, responsáveis por manter o equilíbrio da flora vaginal. Essa proteção é natural em todas as mulheres (sem exceção!), mas há alguns fatores que podem desequilibrar o pH da vagina, provocando infecções. 
“A mulher corre mais risco de contrair infecção porque apresenta uma variação da imunidade ao longo do ciclo menstrual. Além disso, a vagina está muito próxima ao ânus, o que favorece a contaminação dessa região”, explica a ginecologista Rosa Maria Neme, diretora do Centro de Endometriose de São Paulo. “A higienização deve ser da vulva (região externa) e não da vagina e realizada com sabonetes íntimos que contém ácido lático que mantém o pH vaginal estável prevenindo infecções”, garante.
O pH da vagina é ácido e varia de 3,8 a 4,2 demonstrando ser um ambiente ideal para os lactobacilos, responsáveis pela defesa da vagina contra microorganismos. Mas em situações de estresse, baixa resistência do organismo, a aproximação da menopausa e as mudanças de desequilíbrio hormonal, o pH é afetado. Assim, a mulher fica sujeita ao ataque de fungos, que provocam coceira intensa, corrimento ou contaminação por bactérias que se proliferam melhor em um pH mais alcalino.
“Outras infecções, como a vaginose bacteriana, que causa o mau cheiro perceptível, principalmente após relações sexuais, podem ser predispostas por esta alteração do pH. O uso regular do sabonete íntimo auxilia nessa manutenção do pH mais alcalino e, consequentemente, mais saudável”, explica Rosa Maria.


Os sabonetes íntimos femininos

Há no mercado uma variedade de sabonetes íntimos e, segundo a especialista, não há como apontar qual o melhor. “Uma dica para escolher um bom sabonete íntimo é identificar se sua formulação contém ácido lático, que garantirá a manutenção de um pH ácido vaginal e se ele pertence a uma marca conceituada e bem estabelecida no mercado. Odor, frescor e apresentação do frasco também são fatores que podem influenciar na escolha”, aponta a médica.
Lembrando que há uma vasta gama de produtos com “cheirinhos” que, apesar de agradar nosso olfato, não são muito indicados pois podem causar alergia e irritação.
Uma boa “faxina” íntima é essencial para garantir a sua saúde! 


[Matéria retirada de: http://juoctavini.blogspot.com]

Uso e Indico




0 comentários:

Postar um comentário

Add This

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...